Como funciona a Abordagem Pikler

Abordagem Pikler

Para saber mais sobre o trabalho dos educadores e como funciona a Abordagem de Pikler, precisamos entender que existe uma reflexão e um estudo sobre as técnicas aplicadas na arte de educar. Hoje vamos falar mais sobre esse assunto e tirar todas as suas dúvidas!

No caso da Abordagem de Pikler, o seu desenvolvimento teve como propósito acolher e educar de maneira cuidadosa crianças de 0 até 3 anos separadas de seus pais durante a Segunda Guerra Mundial.

A abordagem foi criada pela pediatra húngara, Emmi Pikler. Temos 3 pontos cruciais na aplicação da Abordagem de Pikler, que visam proporcionar à criança a independência de que ela precisa para se desenvolver.

  • Autonomia;
  • Motricidade livre e Assistência Necessária;
  • Respeito pelo ritmo da criança.

Respeitando esses princípios, temos como resultado crianças mais confiantes, alegres e ativas. O mesmo percebe-se nas relações com os adultos, sejam eles educadores ou a própria família.

Diz-se que, em Budapeste, os “bebês Pikler” podem ser reconhecidos, mesmo quando mais velhos, pois se movem com graça e liberdade. Segundo Pikler, isso se deve ao fato de ninguém os ter forçado durante o processo de aprendizagem, mas respeitado o desenvolvimento e ritmo natural de cada bebê.

Enquanto o bebê aprende a rolar, rastejar, sentar, ficar de pé e andar, ele também está explorando e descobrindo o seu modo de aprendizado. Durante esse processo, a criança aprende a fazer algo por si mesma, superando dificuldades e conhecendo a alegria e a satisfação derivadas desse sucesso. O resultado é o desenvolvimento da paciência e persistência.

O ambiente certo para essa abordagem

A criança tem necessidade de mover-se em liberdade, experimentando constantemente suas competências de exploração do mundo. O ambiente certo para essa abordagem deve permitir que a criança desenvolva plenamente suas capacidades motoras na primeira infância.

Uma relação recíproca estável e afetivamente rica é importante para que o desenvolvimento psicomotor ocorra da melhor forma possível. O sentimento de segurança interno só pode ser obtido por meio de uma relação estável com o cuidador e a criança, com pontos de referência que dão à criança o sentimento de “continuidade de existir”.

Na DreamKids, o trabalho dentro da Abordagem Pikler é levado a sério. Preparamos o ambiente, propiciamos a autonomia por meio da liberdade de movimento, explorações que envolvam e instigue todos os sentidos e muito mais.

Aqui, desde os primeiros meses, os bebês são deixados livres para que tenham seu ritmo observado, respeitado e as possibilidades oferecidas sejam adequadas para cada um. Os vínculos são criados com a equipe e mantidos com muito carinho e cuidado. Essa é uma abordagem que respeita a criança desde o seu nascimento. Vale conhecer e aplicar.

Entre em contato com a gente para conhecer a nossa proposta pedagógica! Se você ainda não sabe o que é clique aqui e entenda!

Texto escrito pela nossa coordenadora pedagógica Vera Regina.

Deixe o seu Comentário!

Confira outras publicações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *